O SONHO QUE VIROU PESADELO: Mulher viaja 1.300 km para encontro e termina morta

 

No sábado, 04 de setembro último, Régia Vieira, de 41 anos, se despediu dos três filhos em Maracaçumé, uma pequena cidade maranhense de 21 mil habitantes, localizada às margens da BR-316, distante 243 km da capital São Luís, e seguiu viagem com destino a Porto Nacional no Tocantins, um longo e cansativo percurso de cerca de 1.300 km.

Régia deixa para trás a família e a pequena cidade de Maracaçumé e vai em busca de realizar um sonho, encontrar sua cara metade, ela vai reencontrar um homem que conheceu pelas redes sociais, esta é a terceira vez que ela vai visitar o namorado virtual em Tocantins.

Em conversas com familiares Regia teria relatado que nas outras duas visitas ao namorado ele tinha demonstrado ser ciumento e possessivo, fato que provocou suspeitas levando a família a pedir que chegando ao destino, Régia mandasse o contato de algum vizinho do local onde ficaria hospedada, assim seria mais fácil monitorá-la.

Depois que chegou a Porto Nacional, Régia ligou apenas uma vez e depois desapareceu. Com o passar dos dias sem nenhuma informação sobre o paradeiro da mulher, os familiares começaram a ficar apreensivos e a suspeitar de que algo pior teria acontecido.

A gota d'água foi no último domingo (10), quando a filha de Régia, a quem ela era muito apegada, fez aniversário de 07 anos e os parentes não receberam nenhuma ligação telefônica ou mensagem da mãe da menina.

Em desespero a família arrumou as malas e foi para Porto Nacional atrás de notícias de Régia. Na última quarta-feira, 13, um dos filhos compareceu à Central de Atendimento da Polícia Civil em Porto Nacional e comunicou que sua mãe estava desaparecida há mais de 40 dias.

Com o nome do suposto namorado os policiais deram início às investigações e descobriram onde ele morava. A polícia também verificou que a vítima tinha sido vista na companhia do suspeito somente no dia em que chegou a Porto Nacional. Como o investigado não foi encontrado a polícia resolveu fazer buscas na casa dele.

Na noite da última sexta-feira, 15,policiais civis da 7ª Divisão de Combate ao Crime Organizado (7ª DEIC), de Porto Nacional -TO, o corpo de Régia foi encontrado dentro de uma fossa na casa do suposto namorado da vítima. No sábado (16), familiares reconheceram o corpo no Instituto Médico Legal de Palmas. Um inquérito foi aberto para apurar as circunstâncias da morte.

Régia Vieira perdeu a vida! seus três filhos estão na orfandade, seus familiares e amigos estão desolados e arrasados com o desfecho trágico de mais um caso de relacionamento virtual com desconhecido, sem as devidas precauções e cuidados, vivemos tempos difíceis, não é possível confiar em estranhos, o preço às vezes é muito alto.

Via Abmael Costa

Postar um comentário

0 Comentários