Magno Bacelar é alvo de inquérito por irregularidades na educação de Chapadinha

 

O prefeito de Chapadinha, Magno Bacelar, está no bojo de um inquérito que apura irregularidades no pagamento de um contrato firmado entre a Secretaria Municipal e a empresa Melônio e Silva Ltda.

Segundo a Portaria obtida pelo Blog do Neto Ferreira foi instaurada a Notícia de Fato nº 001086-262/2020-1ªPJCHAP para apurar o envolvimento de Magno Bacelar e a ex-secretária de Educação, Vânia Cristina Lopes de Sousa, em irregularidades no pagamento da compra de livros para educação infantil com a empresa Melônio e Silva.

Com esgotamento do prazo para conclusão da NF, a Promotoria de Chapadinha resolveu converter o procedimento em Inquérito Civil para o aprofundamento das informações.

A promotora de Justiça responsável pelo caso, Ilma de Paiva Pereira, já solicitou ao Tribunal de Contas do Estado informações sobre a presença de documentos relativos ao pagamento ou não do referido contrato constante na prestação de contas do município, bem como informações sobre eventuais outros contratos firmados pelo município, por meio da Secretaria de Educação, para o fornecimento dos mesmos produtos (livros para educação infantil) no exercício de 2019.

Ilma também notificou a ex-secretária de Educação para esta preste depoimento pessoal. Além da ex-gestora, o presidente da CPL de Chapadinha também foi notificado para apresentar em meio magnético de todas as licitações e contratos, bem como demais documentos (empenho, pagamento, termo de recebimento, etc) firmados entre a Prefeitura de Chapadinha e a empresa.

Postar um comentário

0 Comentários