Final de semana é marcado por festas clandestinas e praias lotadas na Grande São Luís - Blog da Rayssa Araújo | Notícias de Anapurus e Região

6 de julho de 2020

Final de semana é marcado por festas clandestinas e praias lotadas na Grande São Luís

O segundo final de semana após a liberação de bares e restaurantes foi marcado por festas clandestinas, aglomerações em postos de combustíveis e praias na Grande São Luís sem qualquer medida sanitária.

Festas estão proibidas no Maranhão em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), bem como reuniões de mais de 10 pessoas em locais públicos e privados.

No entanto, o decreto não foi cumprido no último final de semana na capital maranhense, pelo menos, por uma parcela da população.

Na sexta-feira, o Romero Restaurante, na Ponta do Farol, área nobre de São Luís e o bar Nosso Canto, também localizado na capital, promoveram show com banda ao vivo.

Tocador de vídeo
00:00
00:53

No sábado, foi realizada uma festa clandestina no bairro da Vila Cafeteira, em Paço do Lumiar, conhecida como “Baile da Santinha”.

Tocador de vídeo
00:00
00:00

E no domingo, a praia da Guia, na Vila Nova, área Itaqui-Bacanga, também foi palco de uma festa que reuniu mais de 2 mil pessoas.

Tocador de vídeo
00:00
00:33

A Polícia Militar foi acionada e conseguiu acabar com os eventos dispersando os frequentadores.

O restaurante Romero e o barco Nosso Canto foram multados pelo governo em R$ 2 mil por promoverem show com banda ao vivo.

Aglomerações em postos de combustíveis com som automotivo não são raras de acontecer em São Luís. Nesse final de semana, foram registradas mais de três.

Tocador de vídeo
00:00
00:04
Tocador de vídeo
00:00
00:28

Praias também ficaram lotadas de banhistas e sem respeito às regras sanitárias.

Pelo Twitter, o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, afirmou que haverá uma intensificação das fiscalizações em São Luís.

Segundo ele, estabelecimentos que não tomarem medidas contra grandes reuniões de pessoas serão multados.

“Pessoas indo para as ruas sem qualquer cuidado. As fiscalizações serão intensificadas e os estabelecimentos multados”, disse.

Segundo boletim epidemiológico emitido no domingo (5) pela SES, o Maranhão já chegou aos 2.219 óbitos causados pela Covid-19.

Nenhum comentário:

Postar um comentário