Óleo retirado do Stellar Banner é carregado em navio perto de SLZ

Navio ALP Defender transfere para o Stellar Iris óleo retirado do Stellar Banner (Foto: Paulo Soares/O Estado)
Após concluir a operação de retirada do óleo combustível do Stellar Banner – navio que foi encalhado na costa do Maranhão após uma fissura no casco, ainda em fevereiro (saiba mais) – a empresa Polaris Shipping, proprietária da embarcação, iniciou o processo de transferência do produto para um segundo navio, o Stellar Iris.
A operação está sendo realizada desde ontem (28), bem próximo à orla de São Luís, e pode ser observada a olho nu a partir da área do Calhau.
O carregamento do óleo na segunda embarcação está sendo conduzido pelo ALP Defender, navio de bandeira holandesa, que veio do Gabão, na África Central, exclusivamente para essa operação.
ALP Defender retirou óleo do Stelar Banner (Foto: Divulgação/Marinha do Brasil)
Em nota, a Marinha do Brasil deu detalhes da ação:
No momento, estão sendo empregados 255 militares da MB, além dos seguintes meios: Navio de Apoio Oceânico “Iguatemi”; Navio Hidroceanográfico “Garnier Sampaio”; um helicóptero UH-15; e duas embarcações da Capitania dos Portos do Maranhão. Outros meios aéreos envolvidos: um Helicóptero S-76 operado pela Vale S.A.
Além disso, atuam no local do encalhe: Navio MPOV Normand Installer; nove rebocadores (sendo quatro dotados com materiais para combate à poluição por óleo); dois drones om câmera térmica; quatro embarcações de suporte às atividades de contingência de derramamento de óleo (OSRV), quatro PSV e dois OSV.

Postar um comentário

0 Comentários