13 de março de 2019

Veja quem são as vítimas do massacre em escola de Suzano

A polícia identificou todas as oito vítimas da tragédia na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano (SP). Entre elas, estão duas funcionárias da instituição de ensino, Marilena Ferreira Vieira Umezo e Eliana Regina de Oliveira Xavier. Cinco jovens, todos estudantes do ensino médio, e um comerciante da região também perderam a vida no ataque.
Pablo Henrique Rodrigues, Cleiton Antônio Ribeiro, Caio Oliveira, Samuel Melquíades Silva de Oliveira e Douglas Murilo Celestino estavam no pátio, durante o intervalo das aulas, quando foram surpreendidos pelos tiros.
Jorge Antônio Moraes, dono de uma locadora de veículos que fica ao lado do colégio, foi o primeiro a ser atingido. Ele seria tio de um dos atiradores e percebeu um comportamento estranho do adolescente. O comerciante foi socorrido e levado ao hospital municipal de Suzano, mas não resistiu.
Entenda o caso
Guilherme Taucci Monteiro, 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, 25, invadiram a Escola Estadual Professor Raul Brasil na manhã desta quarta-feira (13/3), deixaram oito mortos e dezenas de feridos antes de tirarem a própria vida. Ainda não se sabe o que motivou o crime bárbaro.
Os dois estavam fortemente armados com um revólver calibre .38, uma besta (arma medieval com flechas), facas, peças que imitavam explosivos e um machado. Um menino foi atendido no hospital municipal da cidade com o objeto cravado no ombro.
O comandante da PM de São Paulo, coronel Salles, informou que os dois atiradores eram ex-alunos da instituição. Por isso, talvez a entrada no local tenha sido facilitada. “Eles estavam prestes a entrar em uma sala com dezenas de alunos, mas se depararam com a força tática e cometeram suicídio”, explicou.
A Escola Estadual Raul Brasil tem ensino fundamental e médio, além de um centro de línguas. São cerca de 1 mil alunos e 121 funcionários. O ataque aconteceu no horário do intervalo, quando os estudantes estavam fora das salas de aula.
Thaís Paranhos e Fernanda Stumpf/Metrópoles

0 Comentários :

Postar um comentário