11 de fevereiro de 2019

NOVATOS E DESCONHECIDOS, ELES PRECISAM MOSTRAR SERVIÇO RÁPIDO

Fernando pessoa, Mical Damasceno, Felipe dos Pneus, Wendell Lages, Ciro Neto e Pastor Cavalcante
A renovação da Assembleia Legislativa foi grande. Mas muitos deputados novos já são bem conhecidos do grande público, ou porque eram secretários, ou já tinham passado pela Assembleia ou até por serem parentes de políticos e estarem no noticiário antes. Mas alguns foram grandes surpresas nas bolsas de apostas e precisam de afirmação para passarem de azarões para parlamentares com peso.
Mesmo funcionários da Assembleia Legislativa passam pelos deputados Fernando Pessoa (SD), Ciro Neto (PP), Mical Damasceno (PTB), Pastor Cavalcante (PROS), Wendell Lages (PMN) e Felipe dos Pneus (PRTB) e não os reconhecem. Eles são conhecidos de uma maneira muito restrita regionalmente ou dentro de um segmento bem fechado como igreja. Mas pouquíssimo conhecidos a nível estadual.
Fernando Pessoa saiu na frente. Já utilizou a tribuna, concedeu algumas entrevistas e começa a ser mostrado para o grande público. Ele é cunhado do prefeito de Barra do Corda, Erick Costa e foi secretário do município. Pessoa é cotado para disputar a prefeitura de Tuntum. Seu grupo faz ferrenha oposição ao prefeito Cleomar Tema.
Outro que o parentesco foi fundamental na eleição foi Ciro Neto, que é filho do prefeito de Presidente Dutra, Juran Carvalho. Também com uma grande força regional, é desconhecido a nível estadual. Ele foi eleito dentro do mesmo contexto político da briga no centro maranhense. Erick e Juran são aliados que se fortaleceram com a vitória de Erlânio Xavier na Famem. Agora, resta ver como seus deputados vão aproveitar o bom momento.
Mical Damasceno e Pastor Cavalcante se elegeram no mesmo segmento: o religioso. Mical é filha do pastor Pedro Aldi Damasceno, presidente da Convenção Estadual da Igreja Assembleia de Deus no Maranhão, uma das maiores instituições evangélicas em termos de números. O Pastor Cavalcante também é da Assembleia de Deus, mas é liderança do sul maranhense, sendo presidente da Assembleia de Deus em Açailândia. Ele teve apoio não só da igreja, mas também de políticos da região. Agora, é saber se os dois que são muito conhecidos dentro da igreja, mas nada conhecidos fora, serão a “bancada da Bíblia” ou atuarão em outras áreas para ampliar o espectro eleitoral.
Wendell Lages e Felipe dos Pneus foram eleitos no mesmo contexto de força econômica regional da família. Muito jovens, eles precisam mostrar luz própria agora. Wendell é filho do empresário Antônio Lages Barbosa, com negócios na região de Itapecuru-Mirim, inclusive tendo parentesco com também com o prefeito Miguel Lauand e contratos com a gestão. Felipe dos Pneus é o mais jovem deputado desta legislatura. Ele foi eleito com a força econômica do pai, Antonio dos Pneus, que tem contratos com várias prefeituras e como pecuarista já foi acusado de usar trabalho análogo à escravidão.
Fonte: Antonio Martins

0 Comentários :

Postar um comentário