Petrobras eleva em 2,12% preço médio da gasolina; diesel sobe 1,51% - Blog da Rayssa Araújo | Notícias de Anapurus e Região

19 de janeiro de 2019

Petrobras eleva em 2,12% preço médio da gasolina; diesel sobe 1,51%

A Petrobras anunciou alta de 2,12% no preço médio do litro da gasolina A sem tributo nas refinarias, com o valor válido para este sábado (19/1) de R$ 1,5308. Além disso, a estatal anunciou alta de 1,51% no preço do diesel, que ficará em R$ 1,9778, conforme tabela disponível no site da empresa.
É o segundo aumento no preço do combustível que a empresa anuncia em menos de 48 horas. Na quarta (16), houve alta alta de 2,5% no preço médio do litro. O aumento entrou em vigor nessa quinta (17) e, com ele, o valor do combustível passou para R$ 1,499.
Em dezembro, a Petrobras anunciou um mecanismo de proteção complementar em que ela pode alterar a frequência dos reajustes diários do preço do diesel no mercado interno em momento de elevada volatilidade, podendo mantê-lo estável por curtos períodos de tempo de até sete dias, “conciliando seus interesses empresariais com as demandas de seus clientes e agentes de mercado em geral”.
Já o hedge da gasolina, que passou a ser adotado em setembro, permite à empresa manter os valores estáveis nas refinarias por até 15 dias.
Agência Estado

Um comentário:

  1. Num mundo como o nosso, cada vez mais dependente dos combustíveis fósseis e com graves ameaças no que tange às questões relativas ao aquecimento global, num mundo assim, repise-se, é extremamente importante que o mercado global passe a investir pesado na produção e aprimoramento de veículos elétricos, como solução racional e eficaz de mobilidade a partir do seu uso massificado, o que reduziria sobremodo a circulação dos veículos movidos à gasolina e diesel, diminuindo assim a emissão de poluentes do ar e acabando com a exploração dos que se locupletam todos os dias, favorecidos com os escandalosos aumentos diários do preço dos combustíveis, como ocorre no Brasil.

    Entre nós, os frequentes reajustes (quase diários) do preço de combustíveis atrelados ao dólar beneficiam apenas os acionistas da Petrobras que auferem vultosos lucros com a distribuição pela Companhia de dividendos na forma de juros sobre o capital próprio no valor de milhões de dólares.

    E não adianta dizer que a Petrobras às vezes também reduz o preço da gasolina e do diesel. Ora, e de que adianta a Petrobras reduzir os preços nas refinarias, se os donos de postos não reduzem nas bombas ??!!

    Conforme já disse antes alhures aqui neste excelente blog, quando a Petrobras aumenta o preço nas refinarias, o preço nos postos imediatamente aumentam também; mas quando ela reduz os valores comercializados nas refinarias, os preços nos postos não diminuem, permanecem inalterados.

    É preciso, pois, investir cada vez mais na produção de carros elétricos para diminuir a poluição no mundo e acabar de vez com a farra dos preços abusivos e diários dos derivados de combustíveis fósseis.

    ResponderExcluir