29 de janeiro de 2019

Deputados federais eleitos gastaram R$ 18,3 milhões nas eleições do Maranhão


Os 18 deputados federais eleitos do Maranhão gastaram cerca de R$ 18,3 milhões durante o pleito eleitoral de 2018. Os dados foram colhidos pelo Blog do Neto Ferreira no DivulgaCand, no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

De acordo com as informações, para se reeleger como deputado federal, Aluísio Mendes (Podemos) gastou quase R$ 862 mil. O também candidato a reeleição André Fufuca (PP) declarou ao TSE que teve gastos que giraram em torno de R$ 2,3 milhões.

Na tentativa de conseguir ocupar uma cadeira na Câmara Federal, o deputado Bira do Pindaré (PSB) registrou custos no valor de R$ 528 mil. O parlamentar reeleito Cléber Verde (PRB) chegou a gastar com a campanha eleitoral o montante de R$ 1.053.500,00 milhão.

Outro aspirante a um lugar no Congresso Nacioanal, o então deputado estadual Edilázio Júnior (PSD), disse que investiu nada menos do R$ 789 mil em seu projeto eleitoral. Eduardo Braide (PMN) afirmou ao TSE que gastou R$ 435 mil.

O ex-prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim (PDT), registrou gastos de R$ 233 mil nas eleições de 2018. Já veterano Hildo Rocha (MDB) gastou bem mais. Os custos de campanha do emmedebista giraram em torno de quase R$ 1,5 milhão. O mesmo valor também foi gasto por João Marcelo (MDB), colega de legenda de Rocha.

O candidato mais votado do Maranhão e ex-deputado estadual, Josimar Maranhãozinho (PR) declarou ao Tribunal Superior Eleitoral que teve custos de R$ 2,4 milhões. O colega de partido, Júnior Lourenço (PR) afirmou que investiu R$ 1,6 milhão em sua campanha.

O novato Júnior Marreca Filho (Patriota) gastou cerca de R$ 57,5 mil durante o período eleitoral. De acordo com os dados do TSE, o deputado reeleito Juscelino Filho (DEM) registrou custos de quase R$ 800 mil.

E o braço direito do governador Flávio Dino, Márcio Jerry (PCdoB) declarou que investiu quase R$ 1 milhão na sua campanha.

Os gastos do pastor Gildenemyr (PMN) durante o período eleitoral somaram quase R$ 100 mil, segundo a Justiça Eleitora. O ex-vereador de São Luís Pedro Lucas Fernandes (PTB) declarou um montante de R$ 1,2 milhão em custos.

O deputado reeleito Rubens Júnior (PCdoB) disse que gastou R$ 937 mil. E o deputado eleito do PT, Zé Carlos registrou R$ 903 mil em custos com materiais de campanha.

0 Comentários :

Postar um comentário