Gasolina mais barata: Petrobras reduz em 3% preço nas refinarias - Blog da Rayssa Araújo | Notícias de Anapurus e Região

28 de dezembro de 2018

Gasolina mais barata: Petrobras reduz em 3% preço nas refinarias

A Petrobras anunciou corte de 3% no preço médio do litro da gasolina A sem tributo nas refinarias, válido nesta sexta-feira (28/12), para R$ 1,5087. Além disso, a estatal manteve sem alteração o preço do diesel, em R$ 1,8088, conforme tabela disponível no site da empresa.
Em 6 de setembro, a diretoria da companhia anunciou que, além dos reajustes diários da gasolina, terá a opção de utilizar um mecanismo de proteção (hedge) complementar.
O preço da gasolina da Petrobras nas refinarias é ajustado de acordo com indicadores do mercado, tendo como parâmetros, principalmente, o dólar e o preço do petróleo no mercado internacional.
Agência Estado

Um comentário:

  1. O problema é que as reduções do preço da gasolina nas refinarias nunca chegam aos postos, sob a alegação de que postos são empresas privadas e, portanto, obedecem às regras do livre comércio, vale dizer, praticam o preço que quiserem.

    Em razão disso, a política de preços que os donos de postos têm adotado no Brasil é a seguinte: quando o governo aumenta o preço nas refinarias, o preço nos postos imediatamente aumenta também; mas quando o governo reduz os valores comercializados nas refinarias, os preços nos postos não diminuem, permanecem inalterados.

    Uma forma eficaz de se reduzir o preço da gasolina sem a interferência do mercado seria a redução dos tributos que incidem sobre o valor final pago pelo consumidor. Hoje, cerca de 44% do valor da gasolina são derivados de tributos, sendo 29% de ICMS (recolhido pelos Estados) e 15% de Cide e PIS/Cofins (recolhidos pela União).

    Ora, se se reduzisse a tributação de ICMS para 23% e dos demais tributos incidentes sobre a gasolina para 12%, calcula-se que o preço médio nacional da gasolina nas bombas (consumidor final) ficaria hoje em R$ 2 reais, o que resultaria em grande economia para o consumidor, sobretudo para os que fazem uso constante do carro nas suas atividades diárias.

    Porém, entre nós, parece que é mais fácil ver jesus trepado na goiabeira do que ver o governo baixar imposto neste país.

    ResponderExcluir