Idosa de 106 anos morta a pauladas pode ter sido vítima de latrocínio, diz polícia - Blog da Rayssa Araújo | Notícias de Anapurus e Região

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Idosa de 106 anos morta a pauladas pode ter sido vítima de latrocínio, diz polícia

A morte da idosa Antônia Conceição da Silva, de 106 anos, que foi assassinada a pauladas na madrugada de sábado (17) na cidade de Feira Nova do Maranhão, começou a ser investigada pela polícia no estado. Segundo o delegado Regional de Balsas, Fagno Vieira, que está à frente do caso, tudo leva a crer que a idosa foi vítima de um latrocínio, que é o roubo seguido de morte.
“Nós iniciamos as investigações desde o sábado, quando ocorreu o crime, e pelas características do que já apuramos a hipótese mais contundente é de que estamos diante de um latrocínio, pois houve a subtração de um porta-moeda com cerca de R$ 30,00”, revelou o delegado Fagno Vieira.
O delegado informou ainda que nesta segunda-feira (19) oito pessoas, entre familiares e vizinhos da vítima, serão ouvidas na delegacia de Feira Nova do Maranhão. “Hoje eu me deslocarei para Feira Nova e lá eu vou interrogar pessoas da família da dona Antônia e também alguns vizinhos para saber o que ocorreu nos dois últimos dias antes do crime. Nós já confirmamos, até o momento, o depoimento de oito pessoas”.
“Tudo indica que foi só uma pessoa que matou ela porque durante a perícia feita no local do crime nós encontramos apenas uma pegada de sangue na parede da casa. No dia da morte dela estava acontecendo uma festa e por acreditarmos que este indivíduo sabia da vulnerabilidade da vítima aproveitou o momento que tinham muitas pessoas na festa e que ela estava sozinha para cometer o crime”, relatou o delegado.
O delegado Fagno Vieira pontua que até o fim desta semana a polícia já tenha novidades sobre o caso, mas conta que, por enquanto, nada será levado a público para não atrapalhar as investigações. “Eu acredito que a gente vá ter novidades até o fim desta semana, mas a gente prefere não divulgar para não atrapalhar no andamento das nossas investigações”, finalizou.

Um comentário:

  1. De fato, um crime bárbaro, selvagem, monstruoso, cruel; desses de causar intensa repulsa social.

    Uma idosa completamente indefesa, brutalmente assassinada dentro da sua própria casa, segundo a Polícia, por supostos ladrões.

    Vemos todos os dias nas manchetes de jornais casos de crimes hediondos praticados com extrema violência e selvageria por motivos banais. É a banalização da vida que presenciamos diariamente e que, apesar de nos causar intensa revolta e comoção, tais crimes tornaram-se comuns, passando a fazer parte do nosso cotidiano !!

    O fato é que muitos desses delinquentes são bandidos reincidentes e insuscetíveis de ressocialização. Praticam os mais diversos e hediondos tipos de crime, são detidos e presos, passam uma "temporada" no presídio, comendo, bebendo e vivendo às nossas custas. Após cumprirem uma parte da pena, progridem de regime e pouco tempo depois são liberados e voltam às ruas para novamente matar, roubar, traficar até serem presos de novo, e o ciclo se repete. Fazem da cadeia uma colônia de férias.

    São bandidos vocacionados e irrecuperáveis, que já não conseguem mais se adaptar à vida em sociedade, que já não se prestam mais ao convívio social. São antes um peso para a sociedade, e um risco constante para nós outros, cidadãos de bem, que sobrevivemos de trabalho digno e honesto e respeitamos as leis.

    Num mundo como o nosso, onde os recursos naturais estão se escasseando, já passou da hora de exigirmos do legislativo federal a eliminação definitiva desses facínoras do nosso meio, pelo acréscimo no Código Penal brasileiro do instituto da Pena de Morte !!

    ResponderExcluir