Pânico na cidade: guerra de facções em São Luis faz 11 mortos em três dias - Blog da Rayssa Araújo | Notícias de Anapurus e Região

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Pânico na cidade: guerra de facções em São Luis faz 11 mortos em três dias

Tudo começou com o assassinato de Yuri de Paula Silva, o Chacal, membro do PCM, o PCC do Maranhão, na tarde do último domingo, dia 12 deste. Com ele, foi assassinado também o padrasto de Yuri, cabo da PM, Josélio Rocha Sousa, na Trizidela da Maioba. Os crimes foram comemorados pela facção Bonde dos 40. A partir daí, a matança desenfreada começou nos bairros da periferia da capital na disputa ou vingança de quem mata mais.
Em uma seresta que estava sendo realizada em Pedrinhas, três membros do Bonde foram executados na madrugada do dia 13, e um dia antes outro no Ipase e um no Rio Grande.
Ontem, também houve mais tiroteios e novas mortes, sendo duas na Vila Embratel e outra na Vila Cascavel. E mais uma hoje: no Coroadinho, de um elemento mais conhecido por Pixote. A polícia não tem a menor dúvida de que as mortes são frutos da guerra declarada entre as duas facções, que estão levando o pânico e terror em várias partes da cidade.
A cada momento, principalmente no período da noite, novos tiroteios. Ontem, a polícia prendeu cinco elementos (foto abaixo) de uma das facções e com eles cinco armas de fogo.
Por último, as facções estão solicitando para que as pessoas tomem cuidados no período da noite e que fiquem em suas casas.  No quadro abaixo, exceto a morte por arma branca, as outras por arma de fogo estão relacionadas à guerra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário