quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Brasil em choque: Naufrágio de lancha em Salvador deixa ao menos 23 mortos, há desaparecidos.

A Capitania dos Portos na Bahia revisou o número de mortos no naufrágio que aconteceu na manhã desta quinta (24) em Salvador e afirmou, pouco antes das 16h, que são 18 os mortos no acidente --número que pode ou não ser atualizado.

Já são 23 os mortos no naufrágio de uma lancha na na Baía de Todos-os-Santos, região de Salvador, na manhã desta quinta-feira (24). Ao menos 21 pessoas, de acordo com a Capitania dos Portos, foram resgatadas.

Mais de 80 pessoas, de acordo com a Capitania dos Portos e o Corpo de Bombeiros da Bahia, foram resgatados.

De acordo com o capitão de fragata Flávio Almeida, da Capitania dos Portos, um inquérito será instaurado para apurar em que condições o acidente ocorreu.

De acordo com ele, a partir de números da Astramab (Associação de Transportadores Marítimos da Bahia), entidade que reúne donos de embarcações, a lancha Cavalo Marinho I tinha capacidade para 160 pessoas e estaria transportando, hoje pela manhã, 129.

“Só nós socorremos 21 pessoas, mas outras embarcações socorreram um número de náufragos que ainda não sabemos precisar.

Um helicóptero da Polícia Militar nos auxilia nesse trabalho”,afirmou o capitão. “Tivemos uma tragédia”, definiu o capitão. Dos 23 mortos, 17 foram encaminhados para Itaparica e cinco para Salvador. Em seguida, os corpos serão levados ao IML (Instituto Médico Legal). A Secretaria de Segurança Pública do Estado informou que dois helicópteros do Graer (Grupamento Aéreo) da Polícia Militar da Bahia auxiliam nos serviços de busca das vítimas. O acidente mobilizou também prefeituras da região metropolitana, como a de Salvador e a de Vera Cruz, que disponibilizaram infraestrutura das secretarias municipais para os trabalhos de resgate e de apoio aos acidentados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário