> Seguridade aprova multa de sete salários para quem realizar tatuagem em criança

Seguridade aprova multa de sete salários para quem realizar tatuagem em criança

Posted on domingo, 30 de julho de 2017 | No Comments

A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou projeto de lei que multa os estabelecimentos que tatuarem crianças, independentemente do consentimento dos pais. A multa será de sete salários mínimo, hoje equivalente a R$ 6.559. Em caso de reincidência, o estabelecimento será fechado.
No caso de adolescentes, o estabelecimento só será multado ou fechado se realizar tatuagem sem a autorização de um dos pais ou responsável.
Mudanças
O projeto (PL 3375/12) é de autoria do deputado Márcio Marinho (PRB-BA) e recebeu parecer favorável do deputado Diego Garcia (PHS-PR). Garcia apresentou um substitutivoque alterou o texto original em dois pontos.
A proposta criminaliza a realização de tatuagens em crianças ou adolescentes, punível com detenção e multa inseridas no Código Penal (Decreto-Lei 2.848/40). O substitutivo optou pela infração administrativa, e sugeriu a inclusão da multa no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA – Lei 8.069/90).
Apesar de concordar com os argumentos do autor do projeto, que é contra tatuagens em crianças e adolescentes, o relator disse que a prisão não é o meio mais adequado para impedir a prática. “Corre-se o risco de criar um verdadeiro mercado negro de tatuagens infanto-juvenis”, disse Garcia.
Para ele, a aplicação de multa e a possibilidade de encerramento do negócio podem ser medidas mais eficazes como forma de repressão. “A experiência mostra que essas sanções, se efetivamente aplicadas, têm efeitos muito positivos”, afirmou.
Tramitação
O projeto será analisado agora na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Se aprovado, segue para o Plenário da Câmara.
Reportagem – Janary Júnior/Agência Câmara

Leave a Reply

Tecnologia do Blogger.