> Por falta de pagamento, empresa recolhe ambulâncias do HAPA

Por falta de pagamento, empresa recolhe ambulâncias do HAPA

Posted on quinta-feira, 27 de julho de 2017 | No Comments

As duas ambulâncias alugadas pela secretaria municipal de saúde para atender os chapadinhenses foram recolhidas pela empresa responsável pelo aluguel no último fim de semana devido à falta de pagamento por parte da Prefeitura de Chapadinha. A informação foi confirmada por uma pessoa ligada ao prefeito Magno. O blog apurou ainda que o valor do aluguel de cada veículo gira em torno de R$ 5.000,00 (Cinco Mil Reais).

“A empresa pegou as duas ambulâncias de volta e a população ficou desassistida. Estamos vivendo um caos total na saúde, votamos no Magno para melhorar o município. Hoje vemos uma administração desastrosa em todos os setores. Tudo passa pela Danúbia, o prefeito ta irreconhecível, ela [Danúbia] manda em tudo, o prefeito devia se lembrar que quando a Belezinha ganhou a eleição, a grande culpada por aquela derrota foi a péssima administração da Danúbia, em especial na área da saúde. Ele [Magno] tem que acordar urgente, para se ter ideia do caos na saúde, nem dipirona no Hospital Antônio Pontes de Aguiar tem, isso é inadmissível", desabafou um correligionário político do prefeito Magno.
 
Por meio de uma rede social, o vereador Alberto Junior denunciou a situação dramática vivida pelo chapadinhenses que precisam de assistência a saúde no município. "É vergonhosa a situação que se encontra a saúde do nosso município na Gestão de Magno Bacelar. Não é de hoje que os funcionários e pacientes do Hospital Antônio Pontes de Aguiar pedem socorro. Outro dia foi preciso da ambulância da UPA e por intervenção de um político foi liberado para fazer a transferência de um paciente para a capital. Ontem (24/07) foi a ambulância de Santa Quitéria, uma L200 e hoje (25/07) uma ambulância de Nina Rodrigues para transferir paciente grave da Maternidade Municipal para São Luís. Ressalto que antes de confirmar a ambulância de Nina Rodrigues, tentaram conseguir em Urbano Santos, Anapurus e Mata Roma, mas sem sucesso".
 
Ambulância de Santa Quitéria socorrendo pacientes do HAPA
 
Em uma outra denuncia, o vereador fala que os pacientes estão sendo transportados em carros particulares. "Um paciente foi conduzido em um carro particular para a capital do Estado, pois o principal hospital do município permanece sem ambulância".
 
Paciente sendo socorrido em carro particular
Reprodução: Facebook Alberto Junior
Procurada pelo Pirapemas.com, a secretária Mônica Pontes, por meio do WhatsApp, confirmou que o HAPA está sem ambulância, mais negou que os veículos tenham sido recolhidas por falta de pagamento, disse ainda não ser verdadeira a informação de que falta dipirona na unidade hospitalar. "Não houve recolhimento, tínhamos um contrato que foi finalizado, tivemos que devolvê-las, quanto a falta de dipirona, estive na farmácia do Hospital ontem, 26, e tinha o medicamento".
Questionada pela reportagem de como o município irá suprir a falta das duas ambulâncias, Mônica falou que até sábado, uma ambulância deixada pela gestão passada deverá sair do conserto para atender a população, a secretária disse ainda que está sendo licitada duas novas ambulâncias para o município. "Estamos esperando uma sprinter até sábado que foi deixada pela gestão passada parada dentro de uma oficina. Sendo que não conseguimos colocá-las pra rodar durante estes meses por estar totalmente deteriorada. Estamos ainda no processo de aquisição de mais duas com recursos próprios", disse Mônica.

Fonte: Pirapemas.com

Deixe um comentário

Tecnologia do Blogger.