quarta-feira, 17 de maio de 2017

Wellington do Curso participa de audiência pública na cidade de Anapurus com aprovados no último concurso



O deputado Wellington do Curso (PP), que faz parte da Comissão de Administração Pública, Seguridade Pública e Relações de Trabalho, participou na tarde desta terça-feira, 16, de uma concorrida audiência pública, na cidade de Anapurus, onde foi discutida a nomeação e posse dos 208 candidatos aprovados no concurso público realizado no ano passado.

A atual gestão até o momento não os empossou sob a alegação de ter havido fraude no certame. Por isso, após várias tentativas de encontrar uma solução junto à prefeita Vanderly Monteles, os aprovados – nos níveis fundamental, médio e superior – pediram o apoio do deputado Wellington do Curso (PP), para intermediar as nomeações.

Após ouvir as demandas, Wellington do Curso disse que irá procurar as autoridades competentes – Prefeitura e Poder Judiciário – para que possa ser encontrada uma resposta satisfatória aos aprovados. Ele lembrou que no município de Barreirinhas a atual gestão também havia se negado a nomear os aprovados no concurso público, mas após uma audiência pública, intermediou junto a prefeitura e o Ministério Público e, aos poucos, os aprovados estão sendo chamados.

Ele enfatizou que a sua participação naquela audiência serviu para orientar todos os aprovados como devem proceder. Disse que não tinha poderes para resolver o problema, mas que iria intermediar juntos aos órgãos competentes.

“Aqui nós ouvimos os aprovados e vamos intermediar junto a prefeitura e o Ministério Público para encontrar uma resposta positiva para essas pessoas que foram aprovadas e que merecem ser empossadas. Eu não posso mandar na prefeitura e nem no Ministério Público, mas vou intermediar”, afirmou Wellington do Curso.

O deputado disse ainda que amanhã vai dar entrada a um requerimento de moção de agradecimento à população de Anapurus que o recebeu de braços abertos. Ao mesmo tempo fará moção de repúdio à prefeita Vanderly Monteles que não compareceu à audiência e nem enviou nenhum representante.  “Eu não vim aqui afrontar ninguém. Eu estou aqui em nome do presidente Humberto Coutinho e dos demais deputados, para dar apoio a vocês. Vou pedir e vou fazer os encaminhamentos necessários para que possa ser resolvida essa situação”.

Revolta

Os aprovados estão indignados e cobram as suas nomeações o mais rápido possível. Eles afirmam que a presença do deputado Wellington do Curso será fundamental para resolver o problema que atinge os mais de 208 candidatos.

“É uma sensação e revolta por que a gente passa muito tempo estudando para passar, se desloca de outra cidade e aí não é chamada. Ficamos com os nossos direitos rompidos. Então, é uma sensação de revolta mesmo. A prefeita Vanderly Monteles diz que o concurso foi ilegal, mas só que até agora ela não conseguiu provar que houve fraude. O que nós queremos é a nossa nomeação”, disse  Maria das Dores, moradora da cidade de Buriti, que foi aprovada para o cargo de Técnico de Enfermagem. Ela afirmou também que algumas pessoas – que não passaram no concurso público – foram contratadas no lugar dos aprovados.

A candidata Marinildes Garreto, moradora da cidade de Mata Roma, foi aprovada para o cargo de Assistente  Social. Ela disse que a prefeita não tem provas que houve fraude no certame, por isso, espera que a presença do deputado Wellington do Curso traga resultados positivos.  “Espero que tenhamos uma solução para o problema. O tempo está passando e nada. O que queremos é trabalhar”, acentuou ela.

“Não existe coisa pior do que você passar por mérito e não poder assumir. Essa é uma briga política e que não temos nada a ver com isso. Espero que com a participação do deputado Wellington possa ser resolvido esse problema”, afirmou Vanessa Wenna, da cidade de Mata Roma, que foi aprovada no concurso para o cargo de Enfermeira.

Magda Catarina Silva Monteiro – que passou para a vaga de professora de Educação Infantil  e é moradora de Anapurus – faz parte da comissão que buscou apoio junto ao deputado Wellington para que as nomeações aconteçam o mais breve possível. Ela disse que a presença do deputado representa a esperança. “A sensação de passar em um concurso é a melhor possível mas, em seguida, ser tolhida de assumir a vaga por perseguição política, é muito ruim.  A nossa esperança é hoje nessa audiência. O deputado está trazendo a esperança através dessa audiência. Não se pode atropelar, nós passamos e temos que ser nomeados”, disse ela.

Além do deputado Wellington do Curso também presentes à audiência os vereadores Anastácio Alves Nascimento, Roberth Rossandro, Leovana Guimarães e Rose Monteles.

Nenhum comentário:

Postar um comentário