quarta-feira, 19 de abril de 2017

Lula vence no primeiro e segundo turnos em todos os cenários para 2018

Jornal do Brasil
Luiz Inácio Lula da Silva
Luiz Inácio Lula da Silva
Pesquisa do instituto Vox Populi encomendada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e divulgada nesta terça-feira (18) mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva liderando todos os cenários para as eleições de 2018.
Lula tem de 44% a 45% dos votos válidos contra 32% a 35% da soma dos adversários em três cenários da pesquisa estimulada.
No primeiro cenário, na disputa entre Lula e Aécio Neves (PSDB), o petista subiu dos 38% de dezembro para 45% agora, enquanto o senador tucano caiu de 13% para 9%. Jair Bolsonaro (PSC) subiu de 7% para 11% das intenções de voto. Marina Silva (Rede) se manteve com 10% e Ciro Gomes (PDT) os mesmos 4%.
Na comparação com o governador Geraldo Alckmin (PSDB), Lula também subiu dos 38% de dezembro para os 45% de agora. Alckmin tinha 10% no final de 2016 e agora, em abril, tem 6%. Bolsonaro foi de 7% para 12%. Marina caiu de 12% para 11% e Ciro de 5% para 4%.
Em um terceiro cenário, desta vez com o prefeito paulistano João Doria (PSDB), Lula tem os mesmos 45% contra 5% daquele que vem sendo declarado potencial candidato do PSDB para 2018. Ciro Gomes aparece com os mesmos 5% do tucano, enquanto Marina e Bolsonaro empatam com 11% cada um.
Na comparação com Doria, Lula tem 45% das intenções de voto; Marina e Bolsonaro empatam com 11%; Ciro e Doria empatam com 5%; ninguém/ bancos/nulos têm 16%; não sabem/não responderam têm 7%. A soma dos adversários é de 32%.
Segundo turno
Nas simulações de segundo turno, Lula também vence todos os candidatos. Se as eleições fossem hoje, Lula venceria Aécio (PSDB por 50% a 17% das intenções de voto; Geraldo Alckmin (PSDB) por 51% a 17%; Marina Silva (Rede) por 49% a 19%; e João Doria (PSDB) por 53% a 16%.
O Vox Populi entrevistou 2000 pessoas, em 118 municípios brasileiros, entre os dias 6 e 10 de abril. A margem de erro é de 2,2 %, estimada em um intervalo de confiança de 95%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário