segunda-feira, 17 de abril de 2017

Jogo suicida “Baleia Azul” chega ao Brasil

Iniciado na Rússia em 2016, o jogo “Baleia Azul” já foi associado a mais de 100 casos de suicídio no mundo


(Wikipédia/Wikimedia Commons)
Se você acha que Black Mirror é só obra de ficção, aqui está uma prova de que tudo está se misturando.
Iniciado na Rússia em 2016, o jogo “Baleia Azul” já foi associado a mais de 100 casos de suicídio no mundo. E, aparentemente, chegou ao Brasil.
O jogo consiste em 50 desafios, distribuídos diariamente por um “curador” em grupos fechados de redes sociais. Todo dia, às 4h20 (hue-hue…), uma mensagem com a nova missão é publicada. O grau de seriedade é variável. No começo, as tarefas são mais simples, como assistir a um filme de terror sozinho ou desenhar uma baleia numa folha. Aos poucos, elas vão ficando cada vez mais perigosas: os participantes devem tatuar uma baleia no braço com uma faca. A 50ª e última incentiva nada menos que o suicídio.
(Wikipédia/Reprodução)
Na última terça-feira (11/4), dois casos em cidades diferentes foram registrados no Brasil e podem estar relacionados ao jogo. Ambas as vítimas teriam falado para seus familiares que estavam participando de algo do tipo e que recebiam constantes ameaças caso tentassem sair do grupo.
O nome se refere à uma crença popular que diz que a baleia-azul seria capaz de se suicidar, ao encalhar voluntariamente em praias. Confira alguns dos desafios, postado por um usuário russo do Reddit. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário