quarta-feira, 5 de abril de 2017

Caixa libera uso do FGTS como garantia para empréstimo consignado

Com publicação das regras, bancos já podem firmar convênios para disponibilizar nova linha de crédito
A Caixa Econômica Federal liberou o início das operações de empréstimo consignado com os recursos do Fundo de Garantia do Tempo e Serviço (FGTS) como garantia. As regras para a nova linha de crédito foram publicadas nesta terça-feira (04) e os bancos já podem começar a firmar os convênios com as empresas.
Com juros mais baixos e carência de até 48 meses, a modalidade representa um avanço para os trabalhadores. Isso porque os juros, nesse caso, são 50% menores que os cobrados em outras operações de crédito no mercado. “É uma alternativa de financiamento mais viável,porque os juros são menores. Isso significa crédito mais barato para os trabalhadores”, avaliou o ministro do Trabalho e Emprego, Ronaldo Nogueira. Segundo ele, os juros não podem ultrapassar 3,5% ao mês.
Além da vantagem para quem contrata as novas linhas de crédito, a operação também beneficia as instituições financeiras. Os contratos, feitos com base nos convênios com empresas, já desconta as parcelas do empréstimo diretamente na folha de pagamento. Caso o trabalhador perca o emprego, o valor emprestado, ou parte dele, poderá ser imediatamente recuperado.
Pelas regras, os trabalhadores podem dar como garantia até 10% do saldo da conta e a totalidade da multa de 40% em caso de demissão sem justa causa, valores que podem ser retidos pelo banco no momento em que o trabalhador perde o vínculo com a empresa concedente do empréstimo consignado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário