Blog mostra que avião deu 2 voltas e reduziu velocidade antes da queda - Blog da Rayssa Araújo | Notícias de Anapurus e Região

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Blog mostra que avião deu 2 voltas e reduziu velocidade antes da queda

Intenção pode ser gastar combustível ou preparar manobra, diz especialista.
Autoridade colombiana informa que piloto alertou sobre pane elétrica.

Site Flight Radar 24h mostra o acompanhamento do voo do Chapecoense que caiu na Colômbia; pilotos deram duas voltas em círculo no ar antes da queda (Foto: Reprodução)Site Flight Radar 24h mostra o acompanhamento do voo do Chapecoense que caiu na Colômbia; pilotos deram duas voltas em círculo no ar antes da queda (Foto: Reprodução)
O site que acompanha o tráfego aéreo mundial Flight Radar 24, conhecido pela possibilidade de rastrear as aeronaves em tempo real, mostra que o  voo Lamia CP-2933, que caiu na Colômbia com o time brasileiro Chapecoense, deu duas voltas, em um círculo, no ar, antes de começar a reduzir velocidade e altitude e cair próximo ao região de Rionegro, na Colômbia.

A aeronave levava o time para disputar a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional.

Conforme o Flight Radar 24, que acompanha as aeronaves pelo transponder, a aeronave, um Avro AR-85, o piloto fez dois círculos a uma altitude de 21 mil pés (6 mil metros de altitude) a uma velocidade média 250 nós (cerca de 460 km/h). Em seguida, porém, o avião vai diminuindo velocidade e altitude gradativamente.
O avião tinha 17 anos e 8 meses de uso e pertencia a uma empresa venezuelana que operava na Bolívia.O último registro da aeronave é quando ele se encontra a 15,550 pés de altitude (4.739 metros), conforme o sinal de GPS, e uma velocidade de 142 nós (263 km/h). A aeronave da companhia boliviana LaMia que levava o time do Chapecoense, matrícula CP-2933, decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, e seguia para Medellín, na Colômbia.

O chefe da Aviação Civil da Colômbia, Alfredo Bocanegra, afirmou que o piloto do avião do Chapecoense pediu para pousar em Rionegro durante o trajeto, e que reportou ao controle de tráfego aéreo da Bolívia que tinha "falhas elétricas graves", segundo disse ele à Radio Caracol.
G1 Globo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário