> Oposição de Anapurus divulga pesquisa duvidosa sem registro no TSE; empresa responsável pode pagar até R$ 106 mil de multa

Oposição de Anapurus divulga pesquisa duvidosa sem registro no TSE; empresa responsável pode pagar até R$ 106 mil de multa

Posted on quinta-feira, 1 de setembro de 2016 | No Comments


Segundo o Facebook "Anapurus Notícias" uma suposta pesquisa levantada pela empresa Exata foi divulgada e usada pela oposição como troféu esbanjando larga vantagem aonde a candidata Vanderly (PSDB) tem 40% a frente de Júlio César (PSDC) em Anapurus.

No entanto, o que chama a atenção até mesmo do eleitorado de Vanderly, é a falta de comprovação, veracidade e legalidade da pesquisa aonde mesmo no Site do TSE não mostra o registro da pesquisa, como na imagem abaixo: 



O "Anapurus Notícias" divulgou a pesquisa, mas outrora também não divulgou os dados indispensáveis que é exigido pelo TSE como o registro no Tribunal Superior Eleitoral, o período da coleta de dados, a margem de erro, o nível de confiança, o número de entrevistados e se for o caso, quem a contratou.


 Para se ter exemplo veja a pesquisa feita na cidade de Brejo-MA, onde no site está o registro da pesquisa:





A pesquisa eleitoral, assim disciplinada pela legislação em vigor, é aquela que, através de abordagem científica e sistematizada, busca definir a tendência de determinado grupo ou parcela da sociedade em relação à sua preferência de voto. 2 - O caput do artigo 1º, da Resolução TSE nº 23.364/11, disciplina a realização e divulgação de pesquisa de opinião pública cujo modelo e metodologia além de públicos e transparentes devem ser registrados no Tribunal para acesso dos interessados. 3 - Nos termos da matéria divulgada no veículo de informação, verifica-se que não há explícita indicação de que se trata de pesquisa de opinião pública, mas sim de uma notícia acerca de uma pesquisa interna do partido político e, mesmo assim, de forma vaga e imprecisa.

Ainda de acordo com a resolução, o veículo de comunicação arcará com as consequências da publicação de pesquisa não registrada, mesmo que esteja reproduzindo matéria divulgada em outro órgão de imprensa.

Multa

Divulgar pesquisa sem registro no TSE pode gerar multa de R$ 106 mil. A partir de 1º de janeiro, as empresas que realizarem pesquisas de opinião pública sobre as eleições ou sobre os possíveis candidatos são obrigadas a registrá-las no TRE. A multa para quem descumprir a legislação eleitoral varia de R$ 53 mil a R$ 106 mil.

Por tanto, diante dos fatos aqui expostos fica claro e legível a olho nu, a tentativa triste e frustante da oposição de tentar enganar o próprio eleitorado e até a sí mesmo valendo-se valer uma vantagem inexistente.

Blog do Ravel Reis. 

Leave a Reply

Tecnologia do Blogger.