Meu voto? - Blog da Rayssa Araújo | Notícias de Anapurus e Região

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Meu voto?

Por Emanuel Viana – administrador e advogado
A gente ouve alguém dizer: ''O voto é meu, faço o que eu quiser dele, vou votar nulo, vou votar em branco, não vou votar neste bando de ladrões e por aí''.
O voto é seu?
Não é, nunca foi e nem será.
O Brasil tem em torno de 240 milhões de habitantes e tem 110 milhões de eleitores. Ou seja, o seu voto representa as pessoas que não votam, representam as pessoas de zero a dezesseis anos.
Representa, o seu voto, as crianças que nascem na rua pois não tem maternidade, por que você não soube votar em candidatos competentes e honestos. Representa as crianças que não tem alimentação. Representa as crianças que adoecem e não tem médicos. Representa as crianças que não tem creches, nem escolas.
Representa as crianças que não tem área de lazer, acesso a esportes, a educação. Representa o adolescente que na tem instrução e caem no mundo do crime. Representa o adolescente que, sem instrução, fazem sexo, fazem filhos, se contaminam, se viciam.
Representa os jovens de 16 a 18 anos que não exercem o direito de votar, por não saber. Representa os jovens que procuram o meio mais fácil, o roubo, a droga, o assalto, o mundo do crime. Representa as jovens que procuram o meio mais fácil, o subemprego, a exploração sexual, a prostituição, o mundo ilusório da moda e os encantos da sociedade em troca da exposição corporal.
Representa os analfabetos que vivem no campo, como escravos, massa de manobra nos MST da vida e tantas outras ONGs picaretas da vida. Representa os que não tem emprego e descrentes da vida deixam de votar.
Representa os idosos, os deficientes que não podem se locomover.
Representa o meio ambiente, os rios que são aterrados todo dia nas áreas urbanas pela falta de fiscalização dos representantes do povo que forem eleitos por sua omissão, por ter vendido o seu voto ou por ter dado por amizade. Representa a invasão de áreas urbanas pela falta de autoridade do dirigente municipal que foi eleito com o seu voto.
Representa o trânsito engarrafado, representa a falta de sinalização, representa a falta de ciclovias, representa a falta de monovias, representa a falta de transporte público decente e gratuito. Representa a falta de segurança, representa a falta de policiais, representa o crescente número de assaltos e roubos.
O voto não é seu!
O voto é do povo, da maioria, da cidade, do estado, do país. Aprenda a votar, a dar valor ao seu voto. Voto não se dá, não se vende. Vote com consciência, não importa o sexo, a idade, a cor … o que interessa é a capacidade gerencial do candidato se para o cargo Executivo, há de se avaliar a sua experiência, sua honestidade, sua capacidade de lidar com o Legislativo, diminuir a máquina estatal, dar prioridade aos setores carentes da sociedade, sua autoridade em manter a ordem pública e preservar os bens públicos.
Se Legislativo, há que se avaliar a experiência, a capacidade de fiscalizar, da oratória, da competência em lidar com o Executivo, em solicitar benefícios para a sua comunidade, seu bairro.
Fiscalizar os atos do Prefeito, não se vender em troca de emendas ou de cargos. Exigir que haja investimentos nos setores carentes.
O voto não é seu.
Agora, em 2016 reflita, vote bem. Analise, observe, compare, se lembre que a Cidade de Anapurus depende de seu voto. Compareça, vote bem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário