Detentos ameaçam fazer rebelião em Pedrinhas - Blog da Rayssa Araújo | Notícias de Anapurus e Região

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Detentos ameaçam fazer rebelião em Pedrinhas

Denúncia foi enviada ao Blog sobre o Sistema Carcerário do Maranhão.
Segundo relatos, está para começar mais uma rebelião sangrenta no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Os detentos emitiram um comunicado declarando que, se o Governo não acatar os pedidos feitos por eles, será iniciada uma série de ataques dentro e fora do presídio.
Nesse momento, eles estão fazendo uma manifestação pacífica dentro da penitenciária, pois não concordam com algumas medidas que foram tomadas pelo Governo do Maranhão em relação ao sistema carcerário.
De acordo com a denúncia, o comunicado foi enviado ao juiz da Vara de Execuções Penais, ao Direitos Humanos, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA), ao Ministério Público, a Secretaria de Administração Penitenciária e a outros órgãos competentes, caso as reivindicações não sejam atendidas, os apenados tomarão medidas extremas.
Conforme as informações, os detentos afirmam que estão tendo problemas de saúde devido a falta do banho de sol, eles querem que seja permitida a entrada de alimentos levados por familiares. Os apenados também reivindicam o início dos cursos profissionalizantes, que até o momento estão parados.
Ainda de acordo com a denúncia, os detentos querem que sejam retirados os Regimes Disciplinares Diferenciado e que métodos como torturas e espancamentos cessem. Os relatos dizem, também, que não há materiais de higiene dentro da Penitenciária.
Além disso, os apenados exigem que a diretora da unidade prisional feminina seja exonerada, pois as detentas estão passando por situações humilhantes, segundo consta no comunicado enviado aos órgãos do estado.
Por último, os detentos afirmam que se as reivindicações não forem atendidas, haverá “derramamento de sangue” dentro da penitenciária e nas ruas.
Veja abaixo o comunicado:
d1
d2
d3
d4
d5
d6
d7
d8
d9
d10
d11
Fonte: Blog do Neto Ferreira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário