‘Japonês da Federal’ suspeito de vender informações é preso pela PF em Curitiba - Blog da Rayssa Araújo | Notícias de Anapurus e Região

quinta-feira, 9 de junho de 2016

‘Japonês da Federal’ suspeito de vender informações é preso pela PF em Curitiba

japones-da-federal
O Japonês está detido na superintendência da PF em Curitiba, junto com os presos da Lava Jato
O agente federal Newton Ishii, conhecido por escoltar investigados da Operação Lava Jato, foi preso pela Polícia Federal nesta terça-feira (7). Ele está detido na superintendência da Polícia Federal em Curitiba – a mesma que abriga os presos da Lava Jato. A informação é do G1.
O mandado de prisão foi expedido pela Vara de Execução Penal Justiça Federal de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. Em 2003, quando estava lotado na cidade, Ishii foi acusado de facilitação de contrabando, chegando a ser preso em uma operação denominada Sucuri. O motivo da prisão desta quarta não foi divulgado oficialmente.
Newton Ishii é chefe do Núcleo de Operações da Superintendência da PF do Paraná, e responde pela logística e escolta de presos para locais como o IML, penitenciárias e audiências na Justiça. Por aparecer com frequência ao lado dos presos da Lava Jato, se notabilizou como um dos “símbolos” da operação.
O agente já foi homenageado com marchinha e máscara de carnaval, boneco inflável e até conto erótico. Sua prisão gerou piadas na internet, como uma montagem em que aparece sendo preso por ele mesmo.

Ishii

Ishii também era investigado por suspeita de vazar informações sobre operações da PF. Em novembro, o policial foi apontado como responsável por vender informações sigilosas à imprensa pelo advogado do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, Edson Ribeiro, em gravação divulgada pelo filho de Cerveró, Bernado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário