Barbárie: Casal é preso após espancar e estuprar bebês de apenas 2 anos - Blog da Rayssa Araújo | Notícias de Anapurus e Região

terça-feira, 17 de maio de 2016

Barbárie: Casal é preso após espancar e estuprar bebês de apenas 2 anos

Os irmãos gêmeos foram espancados, uma da vítimas foi estuprada 
Um casal foi preso após espancar dois bebês, de dois anos e sete meses, em Vitória, no Espírito Santo, na última quinta-feira (12). De acordo com a polícia, uma das vítimas foi estuprada pelo padrasto.

A mulher, de 23 anos, é mãe de uma criança que está internada em estado grave no Hospital Infantil de Vitória.  Ela é suspeita de ter agredido o menino e o irmão gêmeo dele, que está com o braço fraturado em dois lugares.

O companheiro dela, um pedreiro de 28 anos, também é suspeito do crime. O casal vive junto há apenas seis meses e teria se conhecido em um grupo de WhatsApp.
O casal é suspeito do crime  
Para o delegado responsável pelo caso, Lorenzo Pazolini, houve disparidade entre as versões dos suspeitos.

— A primeira versão é que o bebê teria caído de um degrau, mas constatamos a impossibilidade de uma queda. Depois ela disse que saiu de casa e, quando retornou, as crianças já estavam naquele estado. Já o companheiro dela disse que tudo teria acontecido após a chegada da mãe.

Delegado afirmou que o casal será autuado por tortura
A Polícia Militar afirma que as agressões aconteceram na semana passada e que as crianças teriam ficado em casa alguns dias sem receber atendimento médico.
— Um deles chegou a ficar cinco dias com o braço quebrado, com dor, sem que fosse levado ao hospital.

O delegado Pazolini disse que a criança foi internada na UTI com lesões no tórax, na cabeça, no corpo.

O agente confirmou, nesta sexta-feira (13), que ela também foi vítima de abuso sexual por parte do padrasto.

O pai das crianças mora no Rio de Janeiro e chegou no Espírito Santo na última segunda-feira (9).
— É um baque. É muito chocante. Ela já agredia, mas não assim de forma bruta, mas já agredia.
O casal será autuado por tortura.

Do R7, com edição Portal CN1

Nenhum comentário:

Postar um comentário