Bebê de cinco meses morre de fome ao ser abandonada em casa pela mãe, em Mato Grosso - Blog da Rayssa Araújo | Notícias de Anapurus e Região

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Bebê de cinco meses morre de fome ao ser abandonada em casa pela mãe, em Mato Grosso

Do R7, com Rede Record

Uma bebê de cinco meses morreu depois de ser abandonada dentro de casa pela própria mãe em Pontes e Lacerda, distante 450 km de Cuiabá (MT). A mulher é usuária de drogas e deixou a filha sozinha por quatro dias. Uma das filhas da suspeita havia pedido ajuda para internar a mãe no início deste ano, mas não foi atendida.


Sonelir Rodrigues da Silva, de 42 anos, saiu de casa na quarta-feira (2) e deixou a menina sozinha no berço, com o ventilador ligado e a luz acesa. Apenas no domingo (6), o primo dela decidiu ir até a casa e arrombar a porta. Ele encontrou Sara Vitória sem vida. 

Com informações fornecidas pela família, a polícia encontrou a mulher em uma boca de fumo. 

Siama Rodrigues da Silva, irmã da vítima, já havia feito pedido para o estado internar a mãe, pois ela não tinha condições de cuidar da criança. Ela queria que a mulher fosse internada em uma clínica de reabilitação. Porém, não foi atendida. 

Segundo a jovem, a mãe teve sete filhos, dos quais cinco estavam em abrigos ou adotados. Solenir era usuário de diversos tipos de drogas e chegou a ser flagrada pelos filhos tomando álcool com açúcar. 

De acordo com a jovem, na época em que pediu ajuda, a mãe estava grávida de seis meses e não tinha feito nenhuma consulta de pré-natal. A mulher afirmava que iria dar a criança para qualquer um que a quisesse. 

Sonelir prestou depoimento à polícia e foi liberada. O delegado Felipe Leoni entendeu que ela não tinha condições de assumir os próprios atos por que estava sob efeitos de drogas. O delegado pediu com urgência a internação da usuária. 

O laudo da perícia apontou que a menina morreu de sede e de fome. Sonelir já havia sido presa algumas vezes por tráfico de drogas e brigas, informou a polícia. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário