VÍDEO - Caso Maísa: 12 presos por depredação de prédios em Urbano Santos, aguardam transferência de Chapadinha para São Luís - Blog da Rayssa Araújo | Notícias de Anapurus e Região

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

VÍDEO - Caso Maísa: 12 presos por depredação de prédios em Urbano Santos, aguardam transferência de Chapadinha para São Luís

Como o espaço é muito pequeno, os presos não conseguem deitar. Há um revesamento entre eles. Enquanto uns ficam sentados, outros aguardam, em pé. Dormir, nem pensar.

Por William Fernandes

Ainda estão detidos na delegacia regional de polícia de Chapadinha, 12 pessoas que foram presas e autuadas em flagrante pelos crimes de dano qualificado ao patrimônio público, associação criminosa e incitação ao crime devido à depredação de prédios da cidade em Urbano Santos.


O blog do William retornou à DP de Chapadinha e entrevistou vários presos, entre eles, duas mulheres. Todos negam participação nos atos contra o patrimônio público em Urbano Santos. Eles estão em uma cela de pouco mais de 3 metros quadrados. Apenas as duas mulheres estão fora da cela. Eles reclamam que estão com a mesma roupa desde a noite de terça-feira e que  o mau cheiro dentro da mini cela é terrível.  Alguns presos estão recebendo visitas de familiares, mas a maioria não conseguiu falar nem por telefone com algum parente.

Como o espaço é muito pequeno, os presos não conseguem deitar. Há um revesamento entre eles. Enquanto uns ficam sentados, outros aguardam, em pé. Dormir, nem pensar. "Como que a gente consegue dormir num lugar desse, sem espaço e com um  mau cheiro horrível?" disse um dos presos.

Segundo informações, todos serão transferidos para a delegacia de Chapadinha para uma casa de custódia, em São Luís. 

O servente de pedreiro, Francisco Conceição, que disse ter prendido o verdadeiro estuprador, mas que havia sido conduzido algemado para Chapadinha, junto com outros 14 presos, foi liberado ontem. Antes disso, ele havia concedido uma entrevista exclusiva e em primeira mão ao blog do, relatando como conseguiu capturar e levar o estuprador à delegacia de Urbano Santos, em meio a uma multidão que queria linchar outros que estavam depondo como testemunhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário