Blog da Rayssa Araújo | Notícias de Anapurus e Região

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Polícia Federal faz buscas na casa de Ricardo Murad

outubro 18, 2018 0 Comentários
A Polícia Federal está cumprindo mandado de busca e apreensão na casa do ex-deputado e ex-secretário de Saúde do Maranhão, Ricardo Murad.
A ação faz parte da 6ª e 7ª fase da Operação Sermão aos Peixes, que foram denominadas Operação Peixe de Tobias e a Operação Abscondito II.
Ao todo, estão sendo cumpridos 9 mandados de busca e apreensão; oito mandados de prisão temporária e um mandado de prisão preventiva. Além disso, foi determinado o bloqueio judicial e sequestro de bens num valor total que supera a cifra de R$ 15 milhões.
As diligências estão sendo realizadas em seis cidades: São Luís/MA, Imperatriz/MA, Parauapebas/PA, Palmas/TO, Brasília/DF e Goiânia/GO.
A investigação contou com a participação do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) e da Receita Federal do Brasil.
No decorrer das investigações na denominada Operação Peixe de Tobias, foram coletados diversos indícios no sentido de que, entre os anos de 2011 a 2013, aproximadamente de dois milhões de reais destinados ao sistema de saúde estadual, teriam sido desviados para uma empresa sediada na cidade de Imperatriz/MA, tendo ocorrido o pagamento de valores mensais a blogueiros. A PF apura as circunstâncias do fato.
Nas investigações da operação Abscondito II, a PF apura o vazamento da primeira fase da Operação Sermão aos Peixes reunindo elementos indicadores de que membros da organização criminosa investigada atuaram para cooptar servidores públicos de modo a obter informações privilegiadas sobre a investigação. Diante das informações existem indicativos no sentido da destruição e ocultação de provas por parte da organização criminosa.
Além disso, violando medidas cautelares impostas pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, um dos investigados teria dilapidado seu patrimônio e transferido seus bens para terceiros visando impedir que fosse decretada a perda de tais bens.
Os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa, dentre outros que possam ainda ser apurados.
Após os procedimentos legais, os presos serão encaminhados ao sistema penitenciário estadual, onde permanecerão à disposição da justiça federal.
Os nomes escolhidos para estas fases são uma referência a trechos do Sermão do Padre Antônio Vieira (1654), que ficou conhecido como o “Sermão aos Peixes”, no qual o Padre utiliza vários peixes como símbolos dos vícios e corrupção da sociedade. O fel do Peixe de Tobias, apesar de amargo, teria a capacidade de curar a cegueira dos ouvintes.
No contexto da investigação, o Peixe de Tobias busca revelar (trazer luz sobre) parte da trama delitiva que envolveu o desvio de recursos públicos.
Já o nome Abscondito II, continuidade da Operação Abscondito, deflagrada em outubro de 2016, remonta a um trecho do Sermão segundo o qual alguns peixes, quanto maiores, mais se escondem. Trata-se de uma referência aos atos de ocultação de provas e de patrimônio a partir da tentativa de dissimulação e ocultação dos bens adquiridos com valores desviados do sistema de saúde estadual..

Jovem é morto a facadas próximo a Rodoviária de Chapadinha.

outubro 18, 2018 0 Comentários


Um jovem identificado por “Pitoco” foi morto a facadas na tarde desta terça-feira, 16, próximo a Rodoviária de Chapadinha.
Ainda não se sabe quem foi o autor do crime e os motivos, mas tudo indica que seja acerto de contas.
“Pitoco”, como era conhecido já tinha diversas passagens pela polícia.
Ele morreu na hora, e o corpo foi levado para o necrotério do HAPA.
O jovem era morador do Bairro Tigela.

Homem esfaqueia jumento por discussão sobre Haddad e Bolsonaro

outubro 18, 2018 0 Comentários
Um caso estranho terminou com a prisão de uma pessoa, suspeita de esfaquear um animal por conta de discussão sobre os candidatos à Presidência da República. O fato aconteceu no povoado Pau Santo, zona rural de Lago do Junco.
Identificado como Elisanto de Paiva Silva, o homem teria atingido, com golpe de faca, um jumento. O suspeito foi denunciado, e policiais militares do 19º Batalhão, realizaram buscas para deter Elisanto. Quando soube que seria detido ficou ainda mais transtornado.
Ele invadiu a casa do líder comunitário, conhecido como “Raimundo Barba”, e tentou agredir a esposa dele, mas o casal conseguiu fugir correndo pelos fundos da residência.
A Polícia Militar chegou ao povoado e prendeu em flagrante Elisanto, que vai responder por crime de maus tratos a animais e tentativa de agressão.
A motivação de Elisanto teria esfaqueado o jumento começou por conta de uma discussão sobre Haddad (PT) e Bolsonaro (PSL). Elisanto, durante seu transtorno psicótico, teria dito que os eleitores de determinado candidato são jumentos e como tal merecem morrer a facada.
Do Portal Guará

Possíveis nomes no novo governo Flávio Dino

outubro 18, 2018 0 Comentários
Os deputados eleitos Neto Evangelista (DEM), Marcelo Tavares (PSB) e Simplício Araújo (Solidariedade) deverão voltar a integrar a equipe de secretários do governador Flávio Dino (PCdoB).


É bem verdade que Flávio Dino ainda não confirmou o retorno ou não dos candidatos que ocupavam secretarias e tiveram que se afastar para a disputa do pleito, mas nos bastidores o retorno dos dois secretários é dado como certo.

Marcelo Tavares ocupava a Casa Civil, Neto Evangelista comandou a Secretaria de Desenvolvimento Social e Simplício Araújo, a Secretaria de Indústria e Comércio, no primeiro mandato de Flávio Dino.

Caso essa possibilidade se confirme, os beneficiados serão os suplentes Edivaldo Holanda (PTC) e Ariston (Avante) que assumiriam vaga na Assembleia Legislativa.

Outro nome cotado para a Casa Civil é do deputado Rogério Cafeteira, atual líder do governo na Assembleia Legislativa, mas que não conseguiu a sua reeleição, assim como Simplício Araújo, ex-secretário de Indústria e Comércio que não conseguiu se eleger deputado federal.

Existe também, a expectativa sobre os retornos aos cargos de Márcio Honaiser, na Agricultura; Adelmo Soares, na Agricultura Familiar e Márcio Jerry para a Secretaria de Articulação Política e Comunicação. Os três foram eleitos deputados.

Ônibus tomba na BR-316 em Santa Luzia do Paruá; várias pessoas ficaram feridas

outubro 18, 2018 0 Comentários
Um ônibus tombou na noite desta terça-feira (16), no Km 117 da BR-316, próximo ao município de Santa Luzia do Paruá, a 370km de São Luís. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmou que alguns passageiros ficaram feridos, mas ainda não há informações sobre mortos no acidente.

De acordo com informações preliminares, o motorista do ônibus tentou desviar de um animal que atravessava a pista e perdeu o controle do veículo, que tombou em uma ribanceira. O veículo estava a caminho de Fortaleza (CE), onde os passageiros planejavam comprar roupas.

Os feridos foram encaminhados para atendimento médico na Unidade Mista de Santa Luzia do Paruá.

NetoWeba

36 internos que saíram para o Dia das Crianças não retornaram ao Complexo de Pedrinhas

outubro 18, 2018 0 Comentários
Ao todo, 611 internos deixaram o complexo no dia 10 deste mês, mas 36 não se apresentaram antes do fim do benefício




imirante.com

SÃO LUÍS – Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária(Seap) informou, no início da tarde desta quarta-feira (17), que 36 apenados do Complexo Penitenciários de Pedrinhas, beneficiados com a saída temporária do ‘Dia das Crianças’, não retornaram antes o fim do beneficio, que se encerrou às 18h desta terça-feira (16). Ao todo, 611 internos deixaram o complexo no dia 10.

Os internos que não retornaram na data limite estipulada pelo juiz titular da 1ª Vara de Execuções Penais de São Luís, Marcio Castro Brandão, são considerados foragidos. A portaria que autorizou o benefício prevê pena de regressão de regime para quem a descumpriu.

Este ano, em três saídas temporárias, Páscoa, Dia das Mães e Dia dos Pais, 1.905 internos foram beneficiados. Destes, 106 não retornaram ao presídio no prazo estabelecido pelo Poder Judiciário e são considerados foragidos.

Segundo a Lei de Execuções Penais, a autorização para saída temporária é concedida por ato motivado do juiz, ouvidos o Ministério Público e a administração penitenciária. Para ter direito ao benefício, o preso do regime semi-aberto precisa ter cumprido, no mínimo, 1/6 (primários) ou 1/4 da pena (reincidentes); apresentar comportamento adequado na unidade prisional; além da compatibilidade entre o benefício e os objetivos da pena.